Formação e Gestão Escolar Postado no dia: 27 outubro, 2023

Como analisar os dados das avaliações para melhorar o desenvolvimento dos alunos na sua escola?

Tempo estimado de leitura: 6

As avaliações são partes essenciais e funcionais do processo de ensino na educação básica. É por meio delas que professores e coordenadores pedagógicos conseguem medir o desenvolvimento dos alunos e propor ações práticas para trabalhar pontos específicos da aprendizagem.

Com os dados direcionados, podemos identificar as dificuldades das turmas a respeito de um conteúdo. Também é possível ser ainda mais direto e analisar as áreas nas quais certo estudante precisa de reforço, por exemplo.

Separamos neste artigo as principais questões sobre esse assunto, bem como sugestões para transformar o seu modelo de avaliação escolar. Aqui você vai descobrir a importância de usar esses dados, a melhor forma de aplicá-los na prática e muito mais.

Vem com a gente!

 

Por que é tão importante fazer uma avaliação escolar de qualidade?

O foco da avaliação escolar é fazer uma análise do que foi ensinado até determinada etapa e potencializar a aprendizagem dos estudantes como um todo. Além de representar a construção de conhecimento, o resultado disso vai ser a base para saber em quais pontos da estratégia didática nós precisamos avançar.

O uso de avaliações sem um caráter analítico acaba tornando o ensino passivo, pois nesse modelo os alunos só memorizam as matérias para o exame e no fim não conseguem aplicar os conteúdos no dia a dia.

Com avaliações que produzem dados mensuráveis, priorizamos os aspectos qualitativos da aprendizagem, em vez de analisar o desenvolvimento do aluno apenas quantitativamente, por meio de notas.

O que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LBD) e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) dizem sobre avaliações?

De acordo com a LBD, o aspecto qualitativo das avaliações deve prevalecer sobre o quantitativo. Atribuir nota deve ser somente parte do processo.

Isso também vale para a BNCC, que caracteriza a avaliação escolar como uma ferramenta que tem o propósito de promover uma análise integral do estudante. As avaliações formativas consideram sempre o contexto geral e as condições de aprendizagem.

E tem mais: as avaliações são uma maneira de recolher dados para aperfeiçoar o desenvolvimento dos alunos na escola.

 

Quais são os modelos de avaliação escolar mais comuns?

As avaliações mais comuns podem ser divididas em dois tipos principais: formativas e somativas.

Avaliação formativa

Esse tipo tem o intuito de proporcionar continuidade. A sua proposta é transformar o jeito de ensinar e de aprender.

Por meio da coleta de dados, a atenção é voltada a reorientar as metodologias e os modelos usados em sala de aula. Isso auxilia o professor a encontrar o melhor método durante o processo de ensino-aprendizagem.

 

 Avaliação somativa

Já esse modelo serve para classificar os alunos. É o “modelo tradicional”, o mais conhecido, que as escolas usam para aprovar ou reprovar, conforme os resultados obtidos.

Se usadas corretamente, essas provas (muitas vezes exigidas nas instituições de ensino) podem ajudar o estudante a trabalhar os próprios erros. Para isso, porém, é preciso tirar o foco da classificação, que o trata como um mero número.

 

De que modo usar os resultados das avaliações melhora o desenvolvimento global do aluno?

As avaliações podem trazer ideias e dados importantes para os professores encontrarem alternativas aos problemas.

Com as provas, o corpo docente identifica não só as principais dificuldades dos alunos ou das turmas, mas também os conteúdos que precisam ser mais estudados ou reforçados em sala de aula.

Os dados obtidos pelas avaliações aliam teoria e prática. Isso está diretamente relacionado ao desenvolvimento global do aluno, pois você consegue perceber como as matérias estão sendo interpretadas e o que pode ser ajustado no desempenho do estudante.

 

Conquista: uma solução educacional que oferece avaliações e análises completas de dados sobre o desempenho dos alunos

No Portal da Conquista, nossas escolas parceiras têm a “plataforma de avaliações”, uma seção que viabiliza o acesso de professores e coordenadores a modelos de avaliação escolar criados por especialistas.

Essas avaliações podem ser impressas e aplicadas aos alunos, de acordo com o cronograma bimestral instituído pelo curso didático.

Depois da aplicação, o professor pode “subir” os gabaritos no sistema. Em 24h, no máximo, são liberados os relatórios de cada estudante e os dados de desempenho na avaliação.

Quais são os modelos de avaliação escolar oferecidos pelo Portal da Conquista?

Do Ensino fundamental – Anos Iniciais ao Ensino Médio, oferecemos avaliações específicas, estruturadas pelo nosso time de especialistas:

Conheça em detalhes cada uma delas:

Avaliação diagnóstica: o que é?

A avaliação diagnóstica existe para analisar o nível das habilidades desenvolvidas no ano anterior. Acontece sempre no início do período letivo, sendo importante para mapear as necessidades e aprimorar o progresso dos alunos ou das turmas.

Dessa forma, professores e coordenadores podem traçar estratégias pedagógicas que contribuam para a superação das dificuldades identificadas.

 

Avaliação por etapa: o que é?

A avaliação por etapa é aquela ligada diretamente ao conteúdo de um semestre específico e ao conhecimento trabalhado nos livros de determinado bimestre.

Com ela, é possível verificar e comparar a evolução dos alunos e das turmas em relação ao que foi ensinado em cada fase, bem como refletir sobre os resultados esperados e alcançados.

 

Simulados: como funcionam?

Os simulados indicam em quais temas e áreas do conhecimento o estudante precisa se aprofundar a fim de obter a nota necessária para ingresso em determinado curso e/ou instituição de ensino superior.

O método desse modelo de avaliação escolar é a Teoria de Resposta ao Item (TRI). Por essa modalidade ser a utilizada pelo Enem, com ela temos um panorama mais próximo da realidade.

 

 Os relatórios só estão disponíveis para as avaliações do Portal ou também se estendem para as provas elaboradas pelos professores?

Os professores podem criar os exames e mesmo assim receber os dados compilados em relatórios!

As escolas parceiras têm a possibilidade de fazer os próprios modelos de avaliação escolar se quiserem, pois nosso sistema consegue analisar tanto provas objetivas quanto discursivas.

Para isso, na hora de colocar o material na plataforma de avaliações, basta identificar as áreas do conhecimento e as habilidades da BNCC que estão sendo avaliadas em cada questão.

Essa análise de dados é individual (para cada aluno) e geral (para a turma toda), o que facilita principalmente o planejamento de aula.

Por exemplo: foi aplicada uma avaliação de matemática, e constatou-se que a maioria da turma teve baixo desempenho numa habilidade bem específica, como geometria plana.

Com essa informação, o professor agora pode considerar outros métodos de reforço, para que a turma tenha mais rendimento naquele conteúdo.

 

Como o sistema de avaliações faz a análise de dados das provas objetivas e discursivas?

Depende dos modelos de prova que vão para a plataforma. Alguns mesclam questões discursivas e objetivas, impactando a análise final.

O método-padrão é a Teoria Clássica dos Testes (TCT), ou seja, quanto mais acertos, maior é a proficiência do aluno no conteúdo.

 

Provas 100% objetivas

Nesse formato, erro e acerto baseiam-se nas habilidades e nas áreas de conhecimento das questões avaliadas. Para classificar os estudantes no simulado Enem, é usado o mesmo método do exame oficial (TRI).

Quando a questão fica em branco ou tem alguma rasura, o sistema não analisa a prova e envia o arquivo para o professor revisá-lo.

 

Provas 100% discursivas

Nessa modalidade, as questões são avaliadas de acordo com a pontuação do aluno, e no final a plataforma cria uma estatística.

Por exemplo, se a prova tem 10 perguntas discursivas valendo 1 ponto cada, o professor lança a nota conforme o nível de acerto total (um ponto) ou parcial (meio ponto). A partir disso, o sistema faz a soma e a média com base nas habilidades de cada questão, chegando a um resultado.

 

Provas que mesclam questões objetivas e discursivas

 

Aqui são consideradas as notas dos dois tipos de pergunta.

Por exemplo, se tivermos uma prova de matemática com 2 questões abertas que valem 2 pontos cada e com 6 perguntas objetivas que valem 1 ponto, a plataforma vai fazer a análise usando estatística e relacionando a pontuação de ambos os formatos. A partir disso, os números de acertos serão a base para os resultados informados no relatório.

 

Quais são os tipos de relatório emitidos pela nossa plataforma?

O Portal da Conquista disponibiliza 4 modalidades:

  • Relatório de desempenho individual: visão individual da proficiência do estudante.
  • Relatório de desempenho por turma: visão coletiva da proficiência da turma.
  • Relatório de desempenho por componente curricular: visão do desenvolvimento da turma e do estudante em um componente curricular específico.
  • Relatório de desempenho por área do conhecimento: visão do desenvolvimento do aluno em determinada área do conhecimento.

 

O Portal disponibiliza também um ranking de escolas parceiras

Com essa classificação, é possível acompanhar o desempenho avaliativo da sua escola, em comparação com outras instituições que realizaram a mesma prova.

Isso possibilita que você identifique o que deve ser feito para melhorar.

 

Venha ser uma escola Conquista!

Quer saber mais ou deseja conversar com um consultor? Clique aqui e continue navegando pelo Blog Conquista!

Ah, e, para mais conteúdos sobre o universo da educação e suas transformações, fique de olho também em nosso canal do YouTube e em nossas páginas do Facebook e do Instagram.


Artigos Relacionados

Formação e Gestão Escolar
+
Como evitar o bulliyng

Como evitar o bullying na escola?

O mês de abril é marcado pelo Dia Nacional de Combate ao Bullying, momento para refletir sobre como evitar o bullying na escola. De acordo com uma pesquisa realizada pelo…

Leia mais

Família
+
família na escola

Família na escola: como se engajar mais nas atividades do seu filho?

Com a correria do dia a dia, fica difícil encontrar tempo para dar atenção às tarefas escolares do seu filho, não é mesmo? Mas pensar a presença da sua família na escola…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Cultura Maker

Cultura maker na educação: o que é e principais ferramentas

Pensar na escola do futuro é pensar em um modelo pedagógico mais dinâmico e participativo. Pensando nisso, preparamos este post com informações importantes sobre o que é…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Educação digital

Educação digital: os desafios das escolas do futuro

A educação digital é considerada uma verdadeira revolução nos processos de ensino e aprendizagem do mundo atual. O fato é que a tecnologia vem assumindo um papel cada vez…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Marketing para escolas particulares

Marketing para escolas particulares: como captar mais alunos

Todo mantenedor sabe o desafio que é criar e gerir campanhas que sejam realmente aderentes aos pais, alunos e outras pessoas que fazem parte do público-alvo da escola. Por…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Formação continuada para professores

Formação continuada para professores: como promover na sua escola

Promover a formação continuada para professores nas escolas é imprescindível quando o assunto é evolução na sala de aula. O educador deve se manter atualizado e…

Leia mais

Família
+
Volta às Aulas Conquista

Volta às aulas: como ajudar os filhos no início do ano letivo?

Fevereiro e março sempre indicam a chegada do novo ano letivo. Nesse período, para muitas famílias, surge o desafio de garantir uma transição suave para seus filhos na…

Leia mais

Educação Financeira
+
Como organizar as finanças da escola

Como organizar as finanças da escola? Dicas essenciais e práticas de gestão financeira

É um grande desafio organizar as finanças da escola, principalmente quando falamos de instituições privadas. Isso exige um equilíbrio de diferentes contas: folha de…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
trabalhar metodologias ativas em sala de aula

5 formas de trabalhar metodologias ativas em sala de aula

Trabalhar com metodologias ativas em sala de aula é uma maneira de promover a participação mais autônoma dos estudantes na construção do conhecimento. Isso acontece…

Leia mais

Empreendedorismo
+
Empreendedorismo Social Conquista

Empreendedorismo social: atividades para incentivar os alunos

A promoção do empreendedorismo social ajuda a estimular as habilidades de comunicação, resiliência e trabalho em equipe dos alunos, colocando-os como protagonistas de suas…

Leia mais