Educação Financeira Postado no dia: 16 dezembro, 2022

Natal e educação financeira: dicas essenciais para gastar menos e aproveitar as férias escolares

Tempo estimado de leitura: 4

Todo fim de ano é a mesma história: cartinha para o Papai Noel e viagem de férias, tudo junto e misturado. Então, quando chega janeiro, além desses gastos, ainda tem a lista de material escolar. A gente sabe que esses dois meses são cheios de desafios e que economizar nessa época não é nada fácil.

É por isso que vamos contar, neste artigo, algumas dicas de ouro para você administrar melhor as compras de fim de ano e, ainda por cima, aprender com seus filhos formas criativas de economizar. Vem com a gente!

Então é Natal, e o que você fez?

Dívidas? Esperamos que não! Listas de tarefas e organização funcionam muito bem para controlar gastos. Que tal planejar o seu orçamento de um jeito que você já saiba quais despesas estão agendadas e destinar uma quantia exata para as famosas compras de fim de ano?

Assim você programa o quanto vai sobrar para aproveitar as férias, se for viajar, e para pagar as contas de todo início de ano, tais como IPTU e IPVA.

Inclua as crianças no planejamento natalino!

Nossas escolas preparam as crianças desde a infância para lidar com o dinheiro. Queremos incentivar desde cedo a consciência financeira.

Que tal perguntar, então, o que seu filho quer de Natal? Se ele ainda acreditar em Papai Noel, você pode continuar alimentando a magia que existe em torno dessa figura mostrando, por exemplo, quais opções de presente estão disponíveis naquele ano e apontando as vantagens e as desvantagens de cada uma. É possível perguntar também quais brincadeiras ele gostaria de fazer nas férias, e assim por diante.

Coloque na balança e descubram juntos o melhor caminho. Dessa maneira, você já consegue ter uma visão ampla dos gastos financeiros e seu filho aprende a entender o valor do dinheiro desde cedo.

Dá para ter consumo consciente nas compras de fim de ano?

Uma pesquisa da EY-Parthenon, feita em outubro de 2022, apontou que 44% dos consumidores estão mais preocupados com a qualidade e a utilidade dos produtos. Isso mostra uma evolução para o consumo consciente, não é mesmo?

Está mais do que provado, então: é claro que é possível gastar com consciência mesmo nas compras de fim de ano! Para isso, é importante analisar o que será feito e como serão organizadas as festas dessa época. Por exemplo:

  • Será feita uma viagem em família? Se sim, prepare-se financeiramente para isso;
  • Faça uma divisão das atividades e das despesas: quem comprará o pernil? Quem vai fazer a farofa? E assim por diante;
  • Separe parte do orçamento para comprar os presentes;
  • Organize-se para pagar as contas do início de ano.

 Pesquise e negocie

Antes de se decidir por determinado produto, pesquise e negocie preços. Assim você evita dores de cabeça e consegue comprar o que estipulou. Prometeu um presente para a criançada? Pesquise o melhor lugar para adquiri-lo!

Talvez você encontre aquele vídeo game ou aquela boneca tão esperada por um preço mais acessível. Fique atento a comércios que costumam fazer promoções-relâmpago, pois elas também costumam acontecer nessa época de Natal.

 Fuja de compras emocionais!

Sempre que for adquirir um produto, mesmo que seja um presente natalino, pergunte-se:

  • Realmente preciso disso?
  • Existe algum similar com um preço mais acessível?
  • Posso substituir esse item ou ele é mesmo insubstituível?

E o mais importante de tudo: só prometa o que pode cumprir! Nada de fazer promessas de presentes muito caros para as compras de fim de ano. Ah! Outra dica importante: sempre que puder, pague à vista. Assim você diminui a possibilidade de ficar endividado no futuro.

Vai planejar uma viagem em família durante as férias escolares? Use o material da Conquista para planejar a aventura

Em nossos materiais, você encontra várias dicas de como fazer esse planejamento com a ajuda dos pequenos.

Almanaque da família

Nele você encontra jogos, brincadeiras e soluções criativas para envolver as crianças nesse processo. E tudo isso de um jeito bem simples e leve.

Elas vão se sentir mais importantes ao serem incluídas, principalmente porque farão parte de uma decisão “séria”, como uma viagem.

 Sabichão e a educação financeira

Nossos personagens estão aqui para ajudar também! O Sabichão é especialista em contas matemáticas e em soluções que envolvem a educação financeira. Que tal usá-lo, então, para explicar os gastos de uma viagem e o planejamento financeiro que um ótimo passeio envolve?

Conte para os seus filhos que, muito além do destino a ser escolhido, é preciso pensar também no que fazer para chegar lá.

Gostou dessa ideia e quer usar outros personagens? Temos um artigo completo com dicas especiais para você descobrir como utilizar cada um deles no dia a dia das crianças. É só clicar aqui.

Férias escolares: aproveite cada segundo gastando pouco!

Depois das festas de fim de ano, vêm as férias. Se o seu orçamento não incluir viagens, já se prepare, porque as crianças ficarão em casa 24h por dia. Mas fique tranquilo: existem muitas atividades e brincadeiras legais para fazer com elas e distraí-las durante esse período!

Separamos aqui algumas para você se aventurar. Olha só!

 4 brincadeiras gratuitas para fazer com as crianças nas férias

1 – Cozinhem juntos!

Cozinhar é uma ótima atividade para que os pequenos aprendam a se virar sozinhos, treinem habilidades como coordenação motora e até mesmo matemática, durante o recesso escolar.

Separe a receita de um bolo de chocolate ou da comida preferida do seu filho. Vocês vão passar um tempo de qualidade juntos e ainda exercitarão a temperança e o cuidado.

2 – Barraca de histórias

Um lençol pode se transformar em uma barraca! Na internet, há vários passo a passos incríveis para montar uma cabana simples no quarto da criançada, na sala e em muitos outros cômodos da casa.

Depois de montar toda a estrutura, vocês podem ler e contar histórias juntos. Além de ser um espaço seguro para outras brincadeiras divertidas, essa atividade estimula a criatividade e a imaginação das crianças.

3 – Estátua!

Esse é um passatempo antigo, mas superdivertido. Coloque uma música para tocar e, a cada vez que for dada uma pausa nela, as crianças precisarão ficar paradas, como “estátuas”. Quem se mexer sai da brincadeira.

A “estátua” estimula a concentração, além de incentivar o respeito às normas e regras.

4 – Jogos com apenas caneta e papel

Existem muitos jogos que dá pra fazer usando apenas caneta e papel. Aqui estão alguns: adedonha (também conhecida como “stop” ou “nome-lugar-objeto”), jogo da velha, adivinhe o desenho, quem sou eu, e vários outros.

Todos eles ajudam no aprendizado da criança. Em adivinhar o desenho, por exemplo, você estará estimulando a criatividade; em adedonha, treina-se o vocabulário de palavras iniciadas por diversas letras do alfabeto; o jogo da velha estimula estratégia; o quem sou eu ajuda a trabalhar a memória, e assim por diante.

Com qual desses jogos você já brincou com seus filhos ou ainda quer brincar nas férias escolares que estão por vir?

Conte para a gente! Para saber mais sobre o universo da Educação, acesse outros artigos do Blog da Conquista e confira sempre os conteúdos dos nossos perfis no Facebook e no Instagram.

 


Artigos Relacionados

Formação e Gestão Escolar
+
Como evitar o bulliyng

Como evitar o bullying na escola?

O mês de abril é marcado pelo Dia Nacional de Combate ao Bullying, momento para refletir sobre como evitar o bullying na escola. De acordo com uma pesquisa realizada pelo…

Leia mais

Família
+
família na escola

Família na escola: como se engajar mais nas atividades do seu filho?

Com a correria do dia a dia, fica difícil encontrar tempo para dar atenção às tarefas escolares do seu filho, não é mesmo? Mas pensar a presença da sua família na escola…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Cultura Maker

Cultura maker na educação: o que é e principais ferramentas

Pensar na escola do futuro é pensar em um modelo pedagógico mais dinâmico e participativo. Pensando nisso, preparamos este post com informações importantes sobre o que é…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Educação digital

Educação digital: os desafios das escolas do futuro

A educação digital é considerada uma verdadeira revolução nos processos de ensino e aprendizagem do mundo atual. O fato é que a tecnologia vem assumindo um papel cada vez…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Marketing para escolas particulares

Marketing para escolas particulares: como captar mais alunos

Todo mantenedor sabe o desafio que é criar e gerir campanhas que sejam realmente aderentes aos pais, alunos e outras pessoas que fazem parte do público-alvo da escola. Por…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Formação continuada para professores

Formação continuada para professores: como promover na sua escola

Promover a formação continuada para professores nas escolas é imprescindível quando o assunto é evolução na sala de aula. O educador deve se manter atualizado e…

Leia mais

Família
+
Volta às Aulas Conquista

Volta às aulas: como ajudar os filhos no início do ano letivo?

Fevereiro e março sempre indicam a chegada do novo ano letivo. Nesse período, para muitas famílias, surge o desafio de garantir uma transição suave para seus filhos na…

Leia mais

Educação Financeira
+
Como organizar as finanças da escola

Como organizar as finanças da escola? Dicas essenciais e práticas de gestão financeira

É um grande desafio organizar as finanças da escola, principalmente quando falamos de instituições privadas. Isso exige um equilíbrio de diferentes contas: folha de…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
trabalhar metodologias ativas em sala de aula

5 formas de trabalhar metodologias ativas em sala de aula

Trabalhar com metodologias ativas em sala de aula é uma maneira de promover a participação mais autônoma dos estudantes na construção do conhecimento. Isso acontece…

Leia mais

Empreendedorismo
+
Empreendedorismo Social Conquista

Empreendedorismo social: atividades para incentivar os alunos

A promoção do empreendedorismo social ajuda a estimular as habilidades de comunicação, resiliência e trabalho em equipe dos alunos, colocando-os como protagonistas de suas…

Leia mais