Ensino Médio Postado no dia: 11 janeiro, 2021

8 mitos sobre o Novo Ensino Médio

Tempo estimado de leitura: 4

O Novo Ensino Médio é uma das maiores mudanças da educação nos últimos 20 anos. Por isso, é cheio de detalhes e sua implementação pode ser um tanto quanto confusa para muitos professores e gestores.

Além disso, 2021 marca a transição para essa nova grade curricular, já que, em 2022, muitas das mudanças propostas pelo Ministério da Educação precisam entrar em vigor.

Para ajudar a entender melhor esse momento e esclarecer algumas dúvidas, separamos oito mitos sobre a transformação e explicamos os motivos pelos quais essas afirmações não são verdadeiras. Acompanhe a seguir: 

1. No Novo Ensino Médio, a educação será em tempo integral

A sugestão do Ministério da Educação de ampliar a jornada diária de estudos dos alunos do Ensino Médio ainda gera dúvidas. Por isso, é importante ressaltar que a Lei do Novo Ensino Médio não determina que as escolas passem a ter o ensino em tempo integral

O que tem sido implementado, aos poucos, é a ampliação das matrículas em tempo integral. O Plano Nacional da Educação estabelece que, até 2024, 25% das escolas atendam em tempo integral. Entretanto, esse processo acontecerá progressivamente e sem obrigatoriedades.   

2. A interdisciplinaridade não vai funcionar 

O Novo Ensino Médio tem como objetivo integrar aprendizados e, assim, transformar o ensino. Isso acontece através da interdisciplinaridade, um processo que estabelece relações entre duas ou mais disciplinas. Assim, ela ajuda os alunos a conquistar conhecimentos mais integrados.

Se, por exemplo, o estudante aprender sobre o coronavírus de forma interdisciplinar, ele tem a chance de adquirir conhecimentos de Biologia, História e Geografia. Desse modo, o aprendizado é completo. A ideia é que isso traga mais autonomia para a jornada do aluno e que ele se sinta motivado a estudar os temas de sala de aula com profundidade. 

3. Todos os alunos sairão do Novo Ensino Médio com Ensino Técnico

A interdisciplinaridade e a escolha de Itinerários Formativos ajudam o aluno a criar uma jornada de aprendizado única, onde ele desenvolve as próprias potencialidades e aptidões. Isso pode gerar a sensação de que ele sairá do Ensino Médio também com Ensino Técnico e, consequentemente, apto a atuar dentro da profissão escolhida, mas isso não é verdade!

Assim como já acontece, o Ensino Técnico é apenas mais uma alternativa para o aluno. Ele pode optar pela área que achar melhor ao se especializar e se vai ou não querer que o Ensino Técnico esteja alinhado ao Novo Ensino Médio. 

4. As disciplinas vão acabar! 

É preciso entender que, quando a BNCC fez a proposta de ensino por área, ela não determinou que os componentes curriculares deixassem de existir. Muito pelo contrário, há um fortalecimento da área e, consequentemente, das disciplinas que serão ensinadas.

A decisão de não ter um determinado componente curricular em um semestre ou ano escolar específico é uma decisão da escola, porque ela pode distribuir a Formação Geral Básica e os Itinerários Formativos da maneira que achar mais coerente. Sendo assim, podem existir períodos com mais disciplinas de Formação Geral Básica ou com mais Itinerários Formativos, mas todos os alunos terão acesso às duas formações durante os anos do Novo Ensino Médio.

Lembrando que as escolas devem cumprir 1.800 horas de Formação Básica e, no mínimo, 1.200 horas de Itinerários Formativos. 

5. Professores perderão a carga horária

Não é verdade! Quando analisamos a proposta de ensino do Novo Ensino Médio, percebemos que há um aumento de carga horária para os alunos. Isso consequentemente eleva também o número de aulas dos professores.

É possível que os docentes percam algumas aulas na Formação Geral Básica, mas essa carga horária “perdida” será transferida para os Itinerários Formativos. Dessa forma, é importante que o professor pesquise quais serão os Itinerários aplicados na escola em que leciona e que procure entender quais são de seu interesse para assumir essas aulas. 

6. Só Língua Portuguesa e Matemática são obrigatórias no currículo

O que foi colocado na Lei do Novo Ensino Médio é que Língua Portuguesa e Matemática são obrigatórias nos três anos, mas isso não quer dizer que os outros componentes curriculares não estejam presentes no Novo Ensino Médio. Bem pelo contrário, eles estarão presentes, sim! 

7. Tudo vai virar Ensino a Distância (EAD)

A proposta do Novo Ensino Médio é de que apenas 20% da carga horária de ensino diurno possa ser EAD. Mas é preciso lembrar que o Ensino a Distância é responsabilidade da escola. É ela quem determina as parcerias firmadas, faz a tutoria e o acompanhamento e garante que essas aulas sejam efetivas para os alunos.

Vale a pena destacar que esse EAD tem como objetivo proporcionar mais opções para os alunos e também a superação das dificuldades do meio impresso. Além disso, a escola e o professor podem usar recursos digitais que seriam mais difíceis de serem aplicados em sala de aula. 

8. O Novo Ensino Médio pode mudar caso o governo mude!

A proposta do Novo Ensino Médio tem sido pensada de maneira estratégica há muitos anos e se tornou uma Política de Estado (foi pensada por muitas instâncias do governo, analisada e planejada a longo prazo). Por isso, a transição é obrigatória e não é preciso temer por uma mudança abrupta com as mudanças de governo.

Nós queremos saber como está a transição para o Novo Ensino Médio na sua escola. Compartilhe suas dicas, dúvidas e informações conosco nas nossas redes sociais. Para mais conteúdos sobre o universo da educação e suas transformações, fique de olho no Blog da Conquista, no nosso canal do YouTube e na nossa página no Facebook e no Instagram.

Leia mais: Podcasts imperdíveis para professores


Artigos Relacionados

Formação e Gestão Escolar
+
Formação continuada para professores

Formação continuada para professores: como promover na sua escola

Promover a formação continuada para professores nas escolas é imprescindível quando o assunto é modernização escolar. O educador deve se manter atualizado e bem-informado…

Leia mais

Família
+
Volta às Aulas Conquista

Volta às aulas: como ajudar os filhos no início do ano letivo?

Fevereiro e março sempre indicam a chegada do novo ano letivo. Nesse período, para muitas famílias, surge o desafio de garantir uma transição suave para seus filhos na…

Leia mais

Educação Financeira
+
Como organizar as finanças da escola

Como organizar as finanças da escola? Dicas essenciais e práticas de gestão financeira

É um grande desafio organizar as finanças da escola, principalmente quando falamos de instituições privadas. Isso exige um equilíbrio de diferentes contas: folha de…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
trabalhar metodologias ativas em sala de aula

5 formas de trabalhar metodologias ativas em sala de aula

Trabalhar com metodologias ativas em sala de aula é uma maneira de promover a participação mais autônoma dos estudantes na construção do conhecimento. Isso acontece…

Leia mais

Empreendedorismo
+
Empreendedorismo Social Conquista

Empreendedorismo social: atividades para incentivar os alunos

A promoção do empreendedorismo social ajuda a estimular as habilidades de comunicação, resiliência e trabalho em equipe dos alunos, colocando-os como protagonistas de suas…

Leia mais

Educação Inclusiva
+
Distúrbios de aprendizagem Conquista

Distúrbios de aprendizagem: dicas para trabalhar em sala de aula

Os distúrbios de aprendizagem afetam as habilidades formativas, cognitivas e socioemocionais de diversas pessoas em todo o mundo. Cerca de 5 a 15% das crianças em idade…

Leia mais

Notícias
+
Tendências da educação para 2024

Tecnologia e IA: tendências da educação para 2024

À medida que entramos em 2024, chegam as previsões do que estará em alta para o ano. Já se pode adiantar, inclusive, que a tecnologia educacional continuará sendo uma das…

Leia mais

Educação Financeira
+
Educação financeira nas escolas

Educação financeira nas escolas: como trabalhar o tema

Em fevereiro de 2023, cerca de 78% das famílias brasileiras estavam endividadas, segundo um levantamento feito pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Campanha Matrículas 2024

Campanha de matrículas 2024: dicas para captar e reter mais alunos

Conquistar e reter alunos nem sempre é fácil. Mas a boa notícia é que, com uma estratégia adequada, sua campanha de matrículas 2024 pode ser um grande sucesso….

Leia mais

Família
+
Férias escolares Conquista

Férias escolares: atividades para fazer com as crianças

Com a chegada das férias escolares, surge também a oportunidade de criar momentos inesquecíveis com os pequenos. Se você está em busca de maneiras encantadoras de…

Leia mais