Ensino Médio Postado no dia: 3 julho, 2023

Novo Ensino Médio: por que é tão polêmico e como sua escola pode se adaptar a ele

Novo Ensino Médio

Tempo estimado de leitura: 7

O Novo Ensino Médio (NEM) entrou em vigor no início do ano passado e, desde então, tem gerado várias dúvidas.

Afinal de contas, foram muitos anos usando um modelo de ensino, e é normal que professores e gestores tenham perguntas a respeito dessa mudança, não é mesmo?

As principais alterações trazidas pelo NEM são: aumento da carga horária de aula, reorganização das disciplinas tradicionais em áreas de conhecimento e adição de matérias eletivas e itinerários formativos no currículo, além de foco na formação técnica e profissional do estudante.

A proposta é aproximar a escola da realidade dos alunos de hoje, considerando as novas demandas e complexidades da sociedade e do mercado de trabalho.

Mesmo com informações básicas, esse assunto ainda levanta muitas perguntas sobre como funciona a transição. Por exemplo: o que é necessário para que a nova didática seja aplicada? O modelo terá ajustes?

Para te ajudar, reunimos neste artigo os principais questionamentos a respeito desse novo sistema.

O que muda do antigo para o Novo Ensino Médio?

Algumas mudanças já são conhecidas e estão sendo aplicadas desde o ano passado. Assim, é importante entender melhor o funcionamento do NEM.

Dá só uma olhada nos pontos que separamos para você.

Aumento de carga horária

Agora os estudantes ficarão mais tempo na escola.

O tempo mínimo curricular, que anualmente era de 800 horas (totalizando 2.400 horas em 3 anos), passou para mil (total de 3 mil horas em 3 anos).

Nova organização e novas disciplinas

Além disso, o currículo passou por reestruturações. Essa mudança contempla a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e dá mais possibilidade de escolha para os estudantes.

Segundo as diretrizes do NEM, o currículo é dividido da seguinte maneira:

  • 60% dele são compostos pela Formação Geral Básica (FGB), que trata das competências e habilidades da BNCC.
  • 40% são preenchidos pelos itinerários formativos, a parte flexível do programa, com projetos de vida e disciplinas eletivas.

Em um artigo aqui do nosso blog, já falamos com mais detalhes por que o Ensino Médio precisou ser repensado! Para ler, é só clicar aqui.

 O que são os itinerários formativos e para que servem?

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), os itinerários formativos são “o conjunto de disciplinas, projetos, oficinas, núcleos de estudo, entre outras situações de trabalho que os estudantes poderão escolher no Ensino Médio”.

O intuito deles é ampliar e aprofundar temas de uma ou mais áreas de conhecimento da FGB, conforme o interesse do aluno. Além disso, também abrem espaço para a Formação Técnica e Profissional (FTP).

As redes de ensino têm autonomia para definir quais itinerários formativos vão ofertar, e esse processo deve envolver toda a comunidade escolar.

“Os itinerários formativos contribuem para diversificar as experiências dos alunos, possibilitando que se aprofundem nas áreas do conhecimento que mais despertam o interesse deles. Dessa forma, buscamos estimular o protagonismo e o engajamento dos estudantes”, afirma Alessandra Maria Cavichia Atanazio, especialista de conteúdos e projetos da Conquista.

Como funciona a escolha de itinerários formativos?

Os alunos decidem quais das áreas de conhecimento disponíveis eles querem estudar:

  • Linguagens e suas tecnologias (Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Educação Física e Artes);
  • Matemática e suas tecnologias;
  • Ciências da Natureza e suas tecnologias (Química, Física e Biologia);
  • Ciências Humanas e Sociais Aplicadas (Geografia, Filosofia, História e Sociologia);
  • Formação Técnica.

A ideia é que sejam 3 anos de estudo, com:

  • Conteúdos eletivos – cerca de 1.200 horas focadas nos objetivos pessoais e profissionais dos alunos.
  • Conteúdos fixos – cerca de 1.800 horas focadas em Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Linguagens e Matemática.

O G1 tem um infográfico completo e didático que reúne essas mudanças e a reorganização da grade curricular do Novo Ensino Médio. Clique aqui e confira!

O Novo Ensino Médio tira alguma disciplina do currículo?

Não! De acordo com o MEC, a nova proposta não faz a exclusão de nenhuma disciplina.

A organização defende que, ao contrário do que se imagina, o NEM reúne conhecimentos de todos os componentes curriculares em suas competências e habilidades, o que faz todas as matérias continuarem sendo obrigatórias.

O ensino integral e o Novo Ensino Médio caminham lado a lado

Com o aumento de carga horária, os alunos ficarão mais tempo na escola e vão precisar se concentrar mais nos estudos e na sua formação de carreira.

Pensando nisso, a Conquista desenvolveu uma metodologia própria para o ensino integral, o que deixa nossa solução educacional ainda mais compatível com o NEM.

Esse modelo compreende que a educação precisa garantir o desenvolvimento do aluno em todos os setores da vida.

Já o ensino integral reconhece que a escola ajuda no crescimento intelectual, físico, emocional, social e cultural, além de compreender a educação como um projeto coletivo que envolve toda a comunidade escolar.

Nós ajudamos nossos parceiros a se adaptarem a essas mudanças. A gente tem um material completamente atualizado para o Novo Ensino Médio, além de consultorias em áreas especializadas, na Gestão que Conquista.

Afinal de contas, por que o NEM é tão polêmico?

O Novo Ensino Médio muda muitas coisas do modelo anterior.

Lideranças de movimentos sociais enfatizam que esse novo sistema escancara as desigualdades educacionais do nosso país, uma vez que algumas escolas públicas não terão a mesma estrutura dos colégios particulares para um melhor ensino de disciplinas eletivas, por exemplo.

Isso não quer dizer que é um modelo ruim, e sim que precisamos adaptar alguns pontos para que todas as instituições escolares tenham o mesmo acesso.

O Novo Ensino Médio vai ser revogado?

A resposta é não, ele não será revogado. Por outro lado, em abril de 2023, sua implementação foi pausada.

O principal motivo é a necessidade de alguns ajustes para que a proposta seja colocada em prática com mais eficiência. Afinal, a ideia é garantir uma melhor formação para os professores e uma adaptação mais efetiva da estrutura das escolas para receber o NEM.

Se você é um dos nossos parceiros, fique tranquilo! Os materiais da Conquista estão sempre atualizados e contribuem para uma educação de qualidade, sempre de acordo com a legislação atual. E você ainda conta com o apoio da nossa consultoria para o que precisar.  ainda conta com o apoio da nossa consultoria para o que precisar.

Como o Novo Ensino Médio afetará o Enem?

Considerando que o desenvolvimento do NEM ainda está pausado, as edições de 2023 e 2024 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não serão afetadas, e seu formato permanecerá igual aos anos anteriores por enquanto, até que sejam lançadas as novas diretrizes para adaptar esse sistema de avaliação.

No entanto, a tendência é que em breve haja mudanças consideráveis nas provas também, então já separamos aqui alguns pontos para a sua escola ficar atenta!

Quais serão as principais diferenças em relação ao modelo antigo?

Diferentemente do atual (uma prova dividida em duas etapas), o novo Enem será feito em duas provas.

A primeira terá questões voltadas à parte comum, aquelas direcionadas pela BNCC, além de uma redação. As perguntas serão multidisciplinares, ou seja, contarão com mais de uma área do conhecimento e terão foco principal nas disciplinas de português e matemática.

Já a segunda prova será direcionada para a formação específica do itinerário formativo que os estudantes cursarem no Ensino Médio. Portanto, no momento da inscrição, vai ser necessário escolher qual das modalidades eles querem fazer:

  • Linguagens e Ciências Humanas e Sociais Aplicadas;
  • Matemática e Ciências da Natureza;
  • Matemática e Ciências Humanas e Sociais Aplicadas;
  • Ciências da Natureza e Ciências Humanas e Sociais Aplicadas.

Já no caso de alunos que receberam a Formação Técnica e Profissional, o fato de terem escolhido fazer cursos em áreas de conhecimentos muito específicos dificulta a preparação de provas também específicas para cada modalidade.

Assim, esses estudantes poderão receber bonificações ao concorrer a vagas no ensino superior pelo Enem, mas deverão realizar a prova da mesma forma que os demais.

Como a sua escola pode se adaptar ao NEM?

 Alguns passos são importantíssimos para o início dessa adaptação. Por exemplo:

  • Escolher uma solução educacional que tenha as eletivas que a sua instituição pretende oferecer aos alunos, pensando na sua capacidade e estrutura.
  • Trabalhar a capacitação dos professores para um melhor ensino dos itinerários formativos.
  • Avaliar a necessidade de admissão de novos docentes para a aplicação das eletivas.
  • Fazer uma pesquisa com os alunos da sua escola. Assim, será possível oferecer ainda mais disciplinas compatíveis com os assuntos de maior interesse para eles e com as possibilidades trazidas pelo NEM.

Ah! E temos um artigo completo com informações essenciais para as nossas instituições parceiras que querem se preparar para implementar o Novo Ensino Médio, viu? Clique aqui para ler.

Conheça o Novo Ensino Médio Conquista e todas as suas vantagens!

Os materiais da nossa solução educacional são completos e adaptados de acordo com a BNCC e a legislação vigente.

Ainda segundo a nossa especialista Alessandra Atanazio, “em um cenário de novidade, é natural a insegurança das escolas e dos professores (afinal, tudo o que é novo traz incertezas e gera desconfortos). Ter um material completo, mas com uma organização estrutural simples, é um dos diferenciais da Conquista para o Ensino Médio”.

Já adaptamos nossos conteúdos ao Novo Ensino Médio, mas também temos materiais do modelo anterior, o que faz toda a diferença nessa fase de transição.

Nos itinerários formativos, oferecemos projeto de vida e produção de texto, com materiais para todos os anos do Ensino Médio.

Além disso, nas propostas de aprofundamento curricular, há temas nas quatro áreas do conhecimento, com foco nos componentes:

  • Matemática;
  • Química;
  • Física;
  • Biologia;
  • Língua Portuguesa;
  • Língua Inglesa;
  • Geografia;
  • História.

Para você entender melhor, temos um quadro com os aprofundamentos que cada aluno receberá, conforme a área que ele escolher. Olha só:

Novo Ensino Médio

Além disso, oferecemos 4 eletivas digitais em parceria com a Escola da Inteligência! São elas:

  • Princípios da gastronomia;
  • Produção de conteúdo para as redes sociais;
  • Educação financeira;
  • Desvendando os mistérios das Ciências da Saúde.

E mais! Para as escolas que querem ofertar outro idioma na grade curricular, temos a eletiva de Língua Espanhola.

“Em nosso composto da terceira série, há um material de revisão e aprofundamento que retoma os temas mais recorrentes no Enem e nos principais vestibulares do país. A coleção contempla itinerários formativos de todas as áreas do conhecimento, ampliando o repertório e contribuindo para a formação integral dos nossos alunos”, conta Atanazio.

Além disso, como sempre, os materiais Conquista articulam os nossos quatro pilares essenciais: empreendedorismo, educação financeira, educação socioemocional e família.

Gostou de saber mais sobre o Novo Ensino Médio? Continue navegando pelo Blog da Conquista.

Para mais conteúdos sobre o universo da educação e suas transformações, fique de olho em nosso canal do YouTube e em nossas páginas do Facebook e do Instagram.


Artigos Relacionados

Formação e Gestão Escolar
+
Como evitar o bulliyng

Como evitar o bullying na escola?

O mês de abril é marcado pelo Dia Nacional de Combate ao Bullying, momento para refletir sobre como evitar o bullying na escola. De acordo com uma pesquisa realizada pelo…

Leia mais

Família
+
família na escola

Família na escola: como se engajar mais nas atividades do seu filho?

Com a correria do dia a dia, fica difícil encontrar tempo para dar atenção às tarefas escolares do seu filho, não é mesmo? Mas pensar a presença da sua família na escola…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Cultura Maker

Cultura maker na educação: o que é e principais ferramentas

Pensar na escola do futuro é pensar em um modelo pedagógico mais dinâmico e participativo. Pensando nisso, preparamos este post com informações importantes sobre o que é…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Educação digital

Educação digital: os desafios das escolas do futuro

A educação digital é considerada uma verdadeira revolução nos processos de ensino e aprendizagem do mundo atual. O fato é que a tecnologia vem assumindo um papel cada vez…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Marketing para escolas particulares

Marketing para escolas particulares: como captar mais alunos

Todo mantenedor sabe o desafio que é criar e gerir campanhas que sejam realmente aderentes aos pais, alunos e outras pessoas que fazem parte do público-alvo da escola. Por…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Formação continuada para professores

Formação continuada para professores: como promover na sua escola

Promover a formação continuada para professores nas escolas é imprescindível quando o assunto é evolução na sala de aula. O educador deve se manter atualizado e…

Leia mais

Família
+
Volta às Aulas Conquista

Volta às aulas: como ajudar os filhos no início do ano letivo?

Fevereiro e março sempre indicam a chegada do novo ano letivo. Nesse período, para muitas famílias, surge o desafio de garantir uma transição suave para seus filhos na…

Leia mais

Educação Financeira
+
Como organizar as finanças da escola

Como organizar as finanças da escola? Dicas essenciais e práticas de gestão financeira

É um grande desafio organizar as finanças da escola, principalmente quando falamos de instituições privadas. Isso exige um equilíbrio de diferentes contas: folha de…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
trabalhar metodologias ativas em sala de aula

5 formas de trabalhar metodologias ativas em sala de aula

Trabalhar com metodologias ativas em sala de aula é uma maneira de promover a participação mais autônoma dos estudantes na construção do conhecimento. Isso acontece…

Leia mais

Empreendedorismo
+
Empreendedorismo Social Conquista

Empreendedorismo social: atividades para incentivar os alunos

A promoção do empreendedorismo social ajuda a estimular as habilidades de comunicação, resiliência e trabalho em equipe dos alunos, colocando-os como protagonistas de suas…

Leia mais