Formação e Gestão Escolar Postado no dia: 19 janeiro, 2021

Glossário da produção de videoaulas: 66 termos que você deve conhecer

glossário de videoaulas

Tempo estimado de leitura: 10

Muitos professores que estão iniciando suas aventuras na produção de videoaulas passam a conviver com os termos técnicos relacionados a essa área. E, por mais que alguns desses jargões sejam conhecidos, a verdade é que a maior parte deles é usada nos bastidores. Portanto, poucos educadores estão familiarizados com eles. Então, nada melhor que ter um glossário de videoaulas sempre ao alcance.

E se você está se perguntando sobre a importância de conhecer esses termos, a resposta é simples. Isso pode te ajudar em situações, como:

  • Compra de equipamentos e melhor compreensão das suas funções;
  • Busca por auxílio relacionado a dúvidas mais específicas;
  • Ter mais propriedade para falar com outros profissionais de vídeo.

Por isso, listamos neste texto os termos mais comuns e fizemos um glossário de videoaulas completo. Confira!

Glossário de videoaulas

Veja a seguir 66 termos e verbetes sobre videoaula. Consulte-o sempre que tiver dúvidas e salve- o como um importante material técnico de orientação, que auxiliará seu trabalho.

Números

1080i e 1080p

Ambos são formatos de alta definição, para televisores HDTV, e têm a mesma resolução: 1920 x 1080 pixels. O número 1080 significa a quantidade de linhas de resolução que a imagem possui. O “p” do 1080p se refere à forma progressiva de atualização da imagem (progressive scan). Todas as 1080 linhas de pixels que compõem a tela são atualizados simultaneamente, tornando a transição de imagens mais suave. No 1080i (interlaced scan), a tela é dividida em duas partes de 540 linhas de pixels, que são atualizadas alternadamente. No primeiro ciclo só as linhas pares, e no segundo só as ímpares. Isso resulta em uma pequena perda na qualidade, mas permite uma melhor resolução de imagem.

720p

Modo de imagem de alta definição (HDTV). Tem menos pixels em comparação com um 1080p, mas ainda é classificado como alta definição e tem um alto nível de detalhe. O número 720 representa o número de linhas de resolução. Já a letra “p”, indica que é uma imagem de varredura progressiva. Tem formato widescreen com uma resolução de 1280 x 720 pixels.

4K

O termo se refere a dispositivos que tenham resolução por volta de 3840 pixels na horizontal e 2160 na vertical. 

A

Anúncio em Video

Video Ad (termo em Inglês) é um anúncio ou publicidade veiculada por meio de um vídeo.

API

Sigla de Application Programming Interface (ou Interface de Programação de Aplicativos). Significa um conjunto de padrões de programação que dá “vida” aos aplicativos, ou seja, é o “bastidor” (interface) que roda por trás de tudo. Enquanto você usufrui de um aplicativo ou site, a sua API pode estar conectada a diversos outros sistemas e aplicativos, sem isso estar evidente para você.

Autoplay

Execução automática de um vídeo, sem que precise clicar em nenhum botão.

Average View Time

Tradução literal: Tempo médio de visualização de vídeo. É o tempo médio que os espectadores passam para assistir ao vídeo.

avi

Sigla de Audio Video Interleave, AVI é um dos formatos de vídeo mais populares do mundo.

B

Backlight

Também chamada de contraluz, é a luz colocada por trás da pessoa. Tem a finalidade básica de moldá-la, destacando-a do cenário ao fundo. Após o posicionamento da luz principal, a contraluz é ajustada numa posição diretamente oposta.

Boom

O microfone Boom é um dos mais utilizados por profissionais de vídeo. A sua grande vantagem é ser um microfone direcional que possibilita captar o som apenas da direção para qual ele for apontado. Geralmente, ele tem que ser manuseado por uma pessoa, que utiliza o Boom Pole, uma vara de sustentação para levá-lo ao ponto de captação de áudio.

Broadcasting

Estratégia de propagação de conteúdo com foco na comunicação de massa, em gerar altos níveis de audiência o impactar diversos perfis de consumidores.

C

Cabo HDMI

Sigla de High-Definition Multimedia Interface. O cabo HDMI fornece uma interface de comunicação entre qualquer fonte de áudio/vídeo digital (como Blu-ray, leitor de DVD, e computador) para qualquer dispositivo de som ou vídeo digital, como monitor de computador e TV Digital.

Cartão de memória

O cartão de memória, também chamado de cartão de memória flash, é um dispositivo eletrônico para armazenamento instantâneo de informações. O seu uso mais comum é em celulares e câmeras digitais, como forma de ampliar a memória original do equipamento.

Chicote

É um movimento muito rápido ou brusco de uma câmera, deixando uma espécie de rastro na tela ou deixando a imagem embaralhada. Movimento também chamado de whip pan.

Chroma key

É uma técnica de efeito visual que consiste em colocar uma imagem sobre outra por meio do anulamento de uma cor padrão, como, por exemplo, o verde ou o azul. O Chroma Key é utilizado em vídeos em que se deseja substituir o fundo por algum outro vídeo ou imagem.

Clickable Video

É o tipo de vídeo em que é possível o usuário interagir, seja a partir de cliques durante o conteúdo, o que libera possíveis ações ou, ao passar o mouse pelas áreas determinadas, apresentando informações na tela a respeito dos personagens, por exemplo.

Close-up

O close-up, também conhecido apenas como close, na indústria de produções audiovisuais, é um tipo de plano de filmagem, cuja característica principal é um enquadramento fechado, que mostra apenas uma parte de objeto ou pessoa sendo filmada.

O close é obtido ao se aproximar a câmera do objeto ou personagem em cena, ou mesmo com a aproximação apenas da lente de zoom da própria câmera.

Codec

São programas que codificam e decodificam arquivos de mídia. A tecnologia usada codifica o formato original em um tamanho menor para armazenar e depois decodifica, transformando novamente em imagem e/ou som para visualização. São exemplos de codecs: DivX, XviD (video) e MP3/AC3 (som).

Corte

O corte, dentro do universo das produções audiovisuais, é o processo de interrupção de uma cena que está sendo gravada na filmagem. O corte é fundamental, pois marca a passagem de uma cena para outra.

Na edição de vídeos, os diversos cortes de uma cena são analisados e, para o espectador, na versão final, aparece aquele que ficou melhor.

Compressão de Vídeo

O processo para reduzir o tamanho do arquivo de um vídeo para facilitar o seu armazenamento e transmissão na Web. Uma maneira é diminuir a quantidade de quadros por segundo. Neste caso a qualidade do vídeo também diminui, pois há “quebras de quadro”, fazendo com que os movimentos no vídeo fiquem “truncados”, menos realistas.

Conversão

Operação de alteração de um formato para outro que seja mais apropriado para determinado dispositivo. Especificamente para o vídeo, significa, por exemplo, mudar de Divx para MPEG, MPEG2 para Xvid etc.

D

Decoding

O inverso de codificação. É a descompressão de um arquivo codificado para reprodução ou utilização.

DivX / XviD

Dois codecs de última geração sendo o DivX mais antigo. Estão baseados no formato de compressão MPEG-4, compressão de vídeo de alta qualidade. Com os arquivos em DivX pode-se assistir filmes com qualidade de DVD e som de CD, no PC. Já o XVid possui uma tecnologia melhor que o DivX e necessita de PCs mais potentes para rodar.

DSLR

Sigla em inglês para Digital Single-Lens Reflex, que em uma tradução livre seria “câmera digital de reflexo por uma lente”. As câmeras DSLR que fazem gravação de vídeo permitem criar filmes com qualidade de cinema. Estão entre as mais avançadas e cheias de recursos atualmente.

E

Embedar

Do verbo embed (embutir) em inglês, embedar no contexto dos vídeos significa inserir o vídeo em uma página, utilizando o código HTML. No contexto do vídeo on-line, significa copiar o link(URL) de uma plataforma provedora como o YouTube e colá-lo em um site ou blog. Isso possibilita a exibição direta, sem precisar migrar o usuário para a origem do vídeo.

F

Fade-in

É a gradativa aparição de uma imagem, a partir da tela escura ou branca, em oposição ao fade-out.

Fade-out

É o gradativo escurecimento da imagem até o preto total em oposição ao fade-in. O par fade-out – fade-in é muito empregado para demarcar a passagem de uma seqüência a outra.

Flash

Recurso utilizado para dar dinâmica à narração, seja a partir do flashback, com o qual se revela algo do passado ou pelo flash-foward, no qual revela situações futuras, servindo para vários propósitos, o que varia conforme a história.

Fast cutting

O fast cutting, traduzindo, corte rápido, é uma técnica de edição de vídeos que passa por diversos planos consecutivos, em cenas de curta direção. O uso desta técnica é realizado para passar a ideia de rapidez.

Frame

Um frame representa uma foto. Em produção audiovisual, é comum usar-se a palavra “frame” também como unidade de tempo. A cadência padrão de projeção de um filme ou vídeo é de 24 fps (frames por segundo) ou qps (quadros por segundo), portanto um frame equivale a 0,0417 segundos.

G

Gimbal

Acessório que serve para estabilizar o equipamento de filmagem — a câmera propriamente dita ou um drone, por exemplo — a fim de que as imagens não fiquem tremidas.

GPG

O grande plano geral é o enquadramento que apresenta uma grande área, para situar o macroambiente, sendo captado de uma longa distância.

H

Hipervídeo

É um Hyperlinked Video, um vídeo que contém links que podem levar o espectador a outras partes do mesmo vídeo ou ainda a outros vídeos, imagens, textos, sons, gráficos ou qualquer outro material que ajude a explicar com mais detalhes o objeto clicado.

I

ISO

O padrão de sensibilidade ISO é o termo utilizado para referenciar a sensibilidade de superfícies fotossensíveis de equipamentos fotográficos. Este índice segue normas definidas pela International Standard Organization (ISO), ou Organização Internacional de Padronização.

J

Jump cut

O jump cut é uma técnica de edição de vídeos. Ela consiste na remoção de parte de uma cena, gerando dois planos, no qual haverá uma transição brusca entre eles. Esta técnica serve para a diminuição do tempo de vídeo e se tornou a marca de muitos youtubers.

K

Key Light

Luz principal de uma cena, utilizada para enfatizar o elemento ou personagem, podendo ser dura, para dar nítida visibilidade, ou difusa, dando a impressão de embaçado. Recursos que também são utilizados para complementar narrativa.

L

Lapela

O microfone de lapela é muito utilizado para a gravação de áudio em vídeos gravados em ambientes barulhentos, ou captados através do celular.

Estes microfones podem ser colocados de forma muito fácil e geralmente ficam na lapela da roupa do apresentador. Daí o nome microfone de lapela.

Lettering

É um texto que aparece no vídeo para rotular uma cena, identificar um local ou uma pessoa, ou para narrar o diálogo que aparece na tela. 

Luz Secundária

Também chamada por Fill Light ou Luz de Enchimento, serve para atenuar as sombras mais acentuadas da cena produzidas pela luz principal ou para reduzir os contrastes da cena. A luz secundária deve ficar próxima da câmera, mais ou menos na mesma altura da lente e deve ser uma luz suave com metade da potência da luz principal.

M

Motion Graphics

Grafismo em movimento, numa tradução literal, o Motion Graphics consiste no uso de vídeo ou tecnologia de animação para criar ilusão de movimento ou de rotação. Muitas vezes é combinado com áudio para uso em projetos multimídia e exibidos através da tecnologia de mídia eletrônica, tais como o vídeo digital ou projeção digital.

mov

Formato de vídeo criado pela Apple para ser usado no QuickTime, o seu programa de multimídia.

MPEG

Sigla em inglês de Moving Picture Experts Group é um formato de compressão de áudio e vídeo mantido pela International Organization for Standardization. O formato é muito popular para a troca de vídeos na Internet. Pode ser reproduzido por quase qualquer player, contanto que o codec usado em sua geração esteja instalado.

MPEG-2

Padrão dedicado originalmente à televisão digital. O padrão descreve uma combinação de compressão para vídeo e áudio que permite armazenar e transmitir filmes usando a largura de banda e capacidade de armazenamento atualmente disponíveis. Este formato de compressão é usado para reduzir o total de informação armazenado dos elementos vídeo para um nível manejável.

MPEG-4

Formato que inclui a maioria dos recursos do MPEGs anteriores adicionando novas funcionalidades como o suporte ao VRML (estendido) para renderização 3D e suporte ao Gerenciamento de Direitos Digitais.

N

Narrowcasting

É a estratégia de propagação de conteúdo por nicho específico de cliente, focado mais a nível de engajamento do que em abrangência de transmissão. Para tanto, precisa de uma narrativa alinhada com o público-alvo, a fim de fortalecer o relacionamento com o espectador.

P

Pan (Panorâmica)

O Pan é um recurso de filmagem usado nos dois sentidos, sendo o vertical (Pan V) e o horizontal (Pan H), em que a câmera gira (180º) ao redor de um eixo imaginário qualquer, sem deslocar-se, para mostrar um cenário.

Plano

Recortes de enquadramento conforme a necessidade da narrativa, existindo variações como o primeiro plano (busto para cima), close-up (foco no rosto), plano americano (joelho para cima), plano médio (cintura para cima), plano geral (enquadramento de uma microrregião), plano detalhe (destaca ponto principal da cena), plano de conjunto (movimentação de vários elementos sem excessivo detalhamento), plano e contraplano (normal entre diálogos em que se vê o rosto de um personagem e as costas do outro).

Playlist

Lista de conteúdo do vídeo on-line que pode ser assistida numa ordem sequencial ou embaralhada. Em sites de vídeo como o YouTube, os usuários podem criar listas de reprodução de vídeos.

R

Rebatedor

Acessório utilizado para iluminar ou suavizar áreas de sombras, podendo rebater as luzes com maior intensidade, rebater a luz suavemente, rebater a luz esquentando a cor ou cortar a luz em determinado ponto. Ele é composto de uma superfície reflexiva, podendo ser feita nas cores branca, prata, dourado, ou uma mescla destes dois últimos.

S

Storyboard

É o esboço da ideia do vídeo de forma simplificada, organizada e sequencial a fim de facilitar o entendimento sobre o decorrer da narrativa e promover a discussão sobre o projeto, na busca de encontrar pontos de melhoria.

Sourcered Video

É a inserção de vídeos de terceiros dentro da plataforma da marca, fazendo menção à fonte original do conteúdo veiculado.

Steadicam

Acessório de filmagem com o objetivo de dar a sensação de estar flutuando ou alçando voo. O profissional veste um colete equipado com um braço de mola e fixa a câmera, a fim de adquirir o efeito desejado.

T

Teleprompter (TP)

Um teleprompter é um equipamento acoplado às câmeras, que exibe o texto a ser lido pelo personagem em cena. É uma das formas mais eficientes de exibir textos para quem está em cena, especialmente em segmentos longos de textos.

Teaser

O teaser é uma técnica usada para chamar a atenção a respeito de sua mensagem, disponibilizando um trecho curto do conteúdo.

Thumbnail

Miniaturas que são versões reduzidas de imagens ou de vídeos, usadas para tornar mais fácil o processo de as procurar e reconhecer.

Tomada (ou take)

As tomadas são versões de uma mesma cena, a fim de escolher a que deve ser utilizada no produto final, tendo como base a interpretação dos atores, a iluminação, a ambientação dos elementos e outros fatores que compõem a cena.

U

Upload

Refere-se à ação de enviar dados de um computador local para um computador ou servidor remoto, geralmente através da internet. Quando você envia um vídeo para o YouTube, por exemplo, está fazendo o upload do vídeo. Ou seja, está transferindo o conteúdo do próprio computador para o servidor do YouTube. Assim como aconteceu com o termo “embed”, também convencionou-se chamar o ato de “upar

V

Vídeo não listado

Significa que o seu conteúdo não aparece em buscas, mas pode ser acessada por qualquer pessoa que tenha o seu link.

Vídeo Público

O seu vídeo pode ser exibido em buscas, e todo mundo possui acesso a ele. Além disso, seus conteúdos também ficam visíveis na página de seu canal;

Vinheta (introdução)

Uma vinheta é um vídeo com animação de abertura, que pode conter a marca, e informa sobre o que se trata um conteúdo. Geralmente, têm de 10 a 15 segundos de duração.

Viral

Conteúdo que ganha atenção generalizada na Internet. Divulgado em geral por meio de redes sociais e sites. 

Views

Visualizações de um vídeo. 1.000 views por exemplo, significa que o vídeo foi visto 1.000 vezes.

Viewthrough

Métrica que mostra quantas pessoas assistiram a um vídeo inteiramente, do início ao fim.

Vlog (Videoblog)

É a versão em vídeo dos blogs. Geralmente a mídia é feita a partir da gravação e edição de vídeos pessoais e os assuntos debatidos são bastante diversificados e livres.

W

wmv / wma

Siglas de Windows Media Video (WMV) e Windows Media Audio (WMA) são formatos de vídeo desenvolvidos pela Microsoft. Podem ser executados em tocadores de mídia como o Windows Media Player.

Z

Zoom-in e Zoom-out

É um recurso de lente que possibilita aproximar uma imagem para um plano mais próximo (zoom-in), ou afastar um objeto ou uma pessoa (zoom-out).

E aí, você já conhecia algum desses termos? Sentiu falta de algum? Comente aqui neste post o que achou. Confira também outras dicas sobre a produção de videoaulas no Blog da Conquista e em nossos perfis no Facebook e Instagram.

Leia mais: Como ensinar respeito e tolerância às diferenças em sala de aula


Artigos Relacionados

Família
+
Festa Junina na escola

Festa Junina na escola: como incluir alunos e famílias

Chegou uma das épocas mais aguardadas do ano: o período da Festa Junina na escola, algo bastante esperado por alunos, professores e famílias. É um momento em que as…

Leia mais

Família
+
Família e escola

Família e escola: uma relação que transforma o desenvolvimento da criança

Construir uma relação entre família e escola é um grande desafio para as instituições escolares. Muitas vezes pais e instituição têm interesses e necessidades diferentes,…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Gestão de Pessoas

Gestão de pessoas na escola: tudo o que você precisa saber

A gestão de pessoas é uma parte essencial para o bom funcionamento de uma escola. Afinal de contas, são os colaboradores que fazem a dinâmica escolar acontecer todos os…

Leia mais

Socioemocional
+
Competências socioemocionais

Como competências socioemocionais ajudam no desempenho acadêmico

Um estudo realizado em Sobral (CE) pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), em parceria com o Instituto Ayrton Senna, mostrou importantes…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Como evitar o bulliyng

Como evitar o bullying na escola?

O mês de abril é marcado pelo Dia Nacional de Combate ao Bullying, momento para refletir sobre como evitar o bullying na escola. De acordo com uma pesquisa realizada pelo…

Leia mais

Família
+
Revista Projeto de Vida Conquista

Revista Projeto de Vida: reportagens, entrevistas e atividades repletas de conhecimento

Se você é aluno, professor, coordenador ou gestor de uma de nossas escolas parceiras, já pode baixar a revista na plataforma ConX (novo ambiente virtual da…

Leia mais

Família
+
família na escola

Família na escola: como se engajar mais nas atividades do seu filho?

Com a correria do dia a dia, fica difícil encontrar tempo para dar atenção às tarefas escolares do seu filho, não é mesmo? Mas pensar a presença da sua família na escola…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Cultura Maker

Cultura maker na educação: o que é e principais ferramentas

Pensar na escola do futuro é pensar em um modelo pedagógico mais dinâmico e participativo. Pensando nisso, preparamos este post com informações importantes sobre o que é…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Educação digital

Educação digital: os desafios das escolas do futuro

A educação digital é considerada uma verdadeira revolução nos processos de ensino e aprendizagem do mundo atual. O fato é que a tecnologia vem assumindo um papel cada vez…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Marketing para escolas particulares

Marketing para escolas particulares: como captar mais alunos

Todo mantenedor sabe o desafio que é criar e gerir campanhas que sejam realmente aderentes aos pais, alunos e outras pessoas que fazem parte do público-alvo da escola. Por…

Leia mais