Socioemocional Postado no dia: 1 setembro, 2022

Setembro Amarelo: como abordar esse tema com os alunos?

Setembro amarelo

Tempo estimado de leitura: 3

O mês de setembro começou e, com ele, começa também a campanha Setembro Amarelo. Você já parou para pensar que falar sobre o assunto é uma ação fundamental para o desenvolvimento das habilidades socioemocionais️?

Sentir alegria, tristeza, decepção, euforia, entre outras emoções, faz parte da nossa vida, e saber lidar conscientemente com cada sentimento é essencial para uma boa saúde mental e uma vida plena.

Quer saber como abordar esse tema na sala de aula? Então, continue a leitura, que vamos mostrar maneiras de tratar desse assunto. Vamos lá!

O que é o Setembro Amarelo?

O Setembro Amarelo é uma campanha iniciada por diversas instituições com o objetivo de dar visibilidade e de fornecer informação sobre a importância de falar a respeito do suicídio e da saúde mental.

Devido à importância do assunto, abordar o Setembro Amarelo nas escolas é superimportante, já que é lá onde as crianças e os adolescentes passam a maior parte do tempo. Além disso, a escola é um dos locais de mais convivência e criação de vínculos dos jovens com outras pessoas.

Vale lembrar que trabalhar esse assunto desde cedo na sala de aula pode contribuir para o aprendizado a respeito das formas de lidar com as emoções e para o desenvolvimento das habilidades socioemocionais.

Por que conversar sobre suicídio com as crianças e os adolescentes?

Por ser um assunto delicado, falar sobre suicídio é um desafio e tanto, não é mesmo? Mas conversar é realmente o melhor remédio para prevenir o suicídio.

No dia a dia, é comum que os pais evitem falar sobre o assunto com os filhos por terem a intenção de protegê-los de algum problema ou mesmo por não saberem abordar o tema em casa.

O fato é que conversar sobre essas temáticas é a melhor maneira de identificar possíveis problemas e prevenir que os filhos passem por dificuldades relacionadas à saúde mental. Além disso, é uma maneira de ficar de olho nas emoções e saber quando agir, se for identificado algo que precisa ser resolvido.

Nesse sentido, os professores e toda a equipe escolar também têm um papel muito importante ao ensinar a forma de abordar o assunto com os alunos e ao oferecer apoio às famílias, na busca da melhor maneira de lidar com o tema no dia a dia.

Como trabalhar o Setembro Amarelo nas escolas?

Agora que você já sabe que tratar das questões emocionais é fundamental para que os estudantes saibam lidar com momentos de tristeza, raiva e decepção na vida cotidiana, chegou a hora de conferir como abordar o assunto na prática. Vem ver as nossas dicas!

  • Educação infantil

Falar sobre as emoções desde cedo é superimportante para criar consciência e conhecimento sobre o tema, não é mesmo?

Para te dar uma mãozinha, que tal usar os nossos personagens para contar histórias e dar exemplos de situações do dia a dia? Assim, você poderá orientar os alunos sobre sentimentos e emoções de forma lúdica e prática. Legal, né?

  • Ensino fundamental

Contar histórias, ver filmes com as crianças e ler textos sobre o tema também são uma ótima pedida, certo?

Depois disso, você pode criar atividades lúdicas, como desenhos e murais de mensagens, para que os alunos coloquem em prática o que aprenderam e criem novas perspectivas.

Isso possibilita que eles desenvolvam as competências socioemocionais, como a gentileza, o respeito e a clareza.

  • Ensino médio

Essa talvez seja uma das fases mais conturbadas da educação escolar, por conta das mudanças físicas e emocionais enfrentadas pelos adolescentes. Soma-se a isso o fato de precisarem lidar com as escolhas para o futuro, a preparação para o Enem, as expectativas das famílias e até mesmo suas próprias.

Uma boa pedida, nesse caso, então, são os grupos de discussão, com o objetivo de possibilitar a criação de um espaço de diálogo e troca. Boas conversas são capazes de criar acolhimento, identificação e companheirismo.

Além disso, eles são uma oportunidade de a equipe escolar e as famílias acompanharem mais de perto a saúde mental dos adolescentes.

Uma questão de saúde pública

O suicídio é um problema de saúde pública que impacta toda a sociedade. Por isso, é uma questão deve ser tratada ativamente por todas as pessoas, a fim de combater preconceitos, conscientizar as pessoas e valorizar a vida!

É fundamental falar sobre o assunto desde cedo, tanto na escola quanto em casa, para que se desenvolva uma rede de apoio e de acolhimento em torno dos jovens. Assim, as crianças e os adolescentes que estiverem passando por momentos difíceis se sentirão mais seguros para buscar ajuda.

Para saber como tratar mais assuntos no ambiente escolar, continue acompanhando o Blog da Conquista e os nossos perfis no Facebook e no Instagram.


Artigos Relacionados

Formação e Gestão Escolar
+
Formação continuada para professores

Formação continuada para professores: como promover na sua escola

Promover a formação continuada para professores nas escolas é imprescindível quando o assunto é modernização escolar. O educador deve se manter atualizado e bem-informado…

Leia mais

Família
+
Volta às Aulas Conquista

Volta às aulas: como ajudar os filhos no início do ano letivo?

Fevereiro e março sempre indicam a chegada do novo ano letivo. Nesse período, para muitas famílias, surge o desafio de garantir uma transição suave para seus filhos na…

Leia mais

Educação Financeira
+
Como organizar as finanças da escola

Como organizar as finanças da escola? Dicas essenciais e práticas de gestão financeira

É um grande desafio organizar as finanças da escola, principalmente quando falamos de instituições privadas. Isso exige um equilíbrio de diferentes contas: folha de…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
trabalhar metodologias ativas em sala de aula

5 formas de trabalhar metodologias ativas em sala de aula

Trabalhar com metodologias ativas em sala de aula é uma maneira de promover a participação mais autônoma dos estudantes na construção do conhecimento. Isso acontece…

Leia mais

Empreendedorismo
+
Empreendedorismo Social Conquista

Empreendedorismo social: atividades para incentivar os alunos

A promoção do empreendedorismo social ajuda a estimular as habilidades de comunicação, resiliência e trabalho em equipe dos alunos, colocando-os como protagonistas de suas…

Leia mais

Educação Inclusiva
+
Distúrbios de aprendizagem Conquista

Distúrbios de aprendizagem: dicas para trabalhar em sala de aula

Os distúrbios de aprendizagem afetam as habilidades formativas, cognitivas e socioemocionais de diversas pessoas em todo o mundo. Cerca de 5 a 15% das crianças em idade…

Leia mais

Notícias
+
Tendências da educação para 2024

Tecnologia e IA: tendências da educação para 2024

À medida que entramos em 2024, chegam as previsões do que estará em alta para o ano. Já se pode adiantar, inclusive, que a tecnologia educacional continuará sendo uma das…

Leia mais

Educação Financeira
+
Educação financeira nas escolas

Educação financeira nas escolas: como trabalhar o tema

Em fevereiro de 2023, cerca de 78% das famílias brasileiras estavam endividadas, segundo um levantamento feito pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor…

Leia mais

Formação e Gestão Escolar
+
Campanha Matrículas 2024

Campanha de matrículas 2024: dicas para captar e reter mais alunos

Conquistar e reter alunos nem sempre é fácil. Mas a boa notícia é que, com uma estratégia adequada, sua campanha de matrículas 2024 pode ser um grande sucesso….

Leia mais

Família
+
Férias escolares Conquista

Férias escolares: atividades para fazer com as crianças

Com a chegada das férias escolares, surge também a oportunidade de criar momentos inesquecíveis com os pequenos. Se você está em busca de maneiras encantadoras de…

Leia mais