Como trabalhar o tema projeto de vida em sala de aula?
30/11/2020

O projeto de vida é uma das competências citadas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O documento tem como objetivo oferecer uma formação mais completa para os alunos e suprir as maiores questões do aluno durante essa fase de desenvolvimento.

Dentro dessa definição, o projeto de vida ajuda a responder a uma das perguntas mais comuns na infância: “O que você vai ser quando crescer?“. Como é papel da escola ajudar os estudantes a se reconhecerem, considerando o seu potencial e sua participação no mundo, ele se torna uma ferramenta que facilita esse processo.

O que é projeto de vida

A escola é um local em que crianças e adolescentes vivenciam pela primeira vez as interações sociais, a compreensão da diversidade e as oportunidades de crescimento. Por isso, o projeto de vida tem por objetivo ajudá-los na organização dessas experiências para que as aproveitem durante sua jornada.

Essa organização acontece por meio do aprofundamento da percepção pessoal e da definição de metas para colocar em prática ao longo de determinado período. Assim, objetiva-se que o aluno reflita sobre desejos e objetivos, aprendendo a planejar e perseguir com determinação, autoconfiança e persistência seus projetos.

A partir dessas habilidades, o projeto de vida se torna necessário no contexto de vida atual, cheio de possibilidades, caminhos e estímulos. Ao se compreender melhor, o aluno passa a buscar as competências compatíveis com sua aptidão, conquistando mais realização pessoal e equilíbrio.

Por onde começar?

De acordo com a BNCC, o desenvolvimento do projeto de vida começa no Ensino Fundamental e termina no Ensino Médio. Pensando em uma construção a longo prazo, a escola ajuda a transformar o estudante em um adulto autônomo e responsável pelo rumo da sua vida.

●      Ensino Fundamental – Anos Iniciais

A primeira fase do Ensino Fundamental tem como objetivo introduzir o aluno à compreensão da vida em sociedade, às atividades produtivas e às experiências subjetivas. É na busca dessas experiências e vivências que o aluno percorrerá a jornada de ensino.

Dessa forma, a procura por atividades que ajudem a criança a compreender seu espaço no globo terrestre, bem como as interações sociais e as próprias emoções, é a base ideal para preparar o aluno para as etapas seguintes. Essa fase é de grande importância para a consolidação e compreensão das atividades desenvolvidas na próxima etapa da jornada de aprendizado: os Anos Finais do Ensino Fundamental.

●      Ensino Fundamental – Anos Finais

Nessa fase, o estudante já desenvolveu sua personalidade e está preparado para compreender algumas questões de maneira mais ampla. É nesse momento que se desenvolvem condições para organizar sentimentos e atitudes, transformando isso em um comportamento coerente e correto. Isso facilita a tomada de consciência e o desenvolvimento de valores e crenças essenciais ao indivíduo.

Assim, é importante buscar atividades que ajudem o estudante a compreender seu papel social e a sua possibilidade de atuação profissional. As duas percepções podem ser trabalhadas em sala de maneira inicial, pois formam a base do desenvolvimento do plano de vida no Ensino Médio.

●      Ensino Médio

Essa é a fase de desenvolvimento que guia o aluno para a vida adulta. Por esse motivo, é o momento de introduzir uma reflexão mais profunda sobre o papel social, ajudando-o a refletir sobre suas habilidades, dons, gostos e auxiliando o aluno a escolher a carreira que quer seguir.

Como colocar em prática

O projeto de vida não está relacionado com a capacidade de decidir o que fazer apenas no futuro, ele também pode ser utilizado ao longo do Ensino Fundamental e Médio.

Para ajudar os alunos a montar um projeto de vida, é possível fazer perguntas sobre o que farão ano a ano, incentivando a organização, o estabelecimento de metas e estratégias para alcançar seus objetivos. Dessa forma, todas as habilidades aqui citadas podem ser colocadas em prática no dia a dia do aluno.

Além disso, elas podem ser exploradas também em sala de aula, junto a matérias específicas. A compreensão do mundo do trabalho pode se desenvolver em Ciências Humanas, a educação financeira — que desenvolve a determinação e a perseverança — pode ser explorada em Matemática, por exemplo.

Habilidades que os alunos precisam desenvolver

Determinação

Ajuda os alunos a cumprirem metas pessoais e estabelecerem estratégias de aprendizado. Ela é importante também porque facilita o planejamento do presente e futuro, ao colocar o estudante como um agente transformador de sua vida e o auxiliando a cumprir suas metas pessoais com mais foco e qualidade.

Proatividade

É importante para queo aluno desenvolva responsabilidade diante de seus objetivos. Assim, ele passa a realizar esforços mais efetivos para atingir resultados, o que torna o desenvolvimento do projeto de vida mais simples.

Perseverança

Sentimentos de frustração, estresse e outras adversidades podem ser difíceis de lidar. Por isso, a perseverança pode ajudar o aluno a insistir em seus objetivos. Além disso, também auxilia a desenvolver mais confiança para lidar com novos projetos e desafios, o que beneficia a sua jornada diante de seu projeto de vida. 

Autoavaliação

Ajuda na reflexão contínua de seu próprio desenvolvimento, facilita a decisão diante dos próximos passos, metas e objetivos. Ao desenvolver essa habilidade, o aluno se torna também mais crítico diante das devolutivas de professores e colegas, absorvendo apenas aquilo que promove seu crescimento pessoal.

Compreensão sobre o mundo do trabalho

Uma visão ampla sobre os dilemas, relações e desafios do mundo profissional é essencial para reconhecer o trabalho como uma fonte de realização pessoal e transformação social. É o desenvolvimento dessa característica que facilita a tomada de decisão do aluno para o futuro.

Preparação para o trabalho

Ao reconhecer suas aptidões e aspirações, o aluno passa a ter uma perspectiva mais efetiva para seu futuro profissional. Assim, é possível criar objetivos mais consistentes e projetar metas para o Ensino Médio e para a graduação.

Quer mais dicas sobre a implementação da BNCC? Fique ligado nas informações aqui no Blog da Conquista e em nossos perfis no Facebook e Instagram.